Margaret Maguire

Gestora de projetos

Margaret Maguire é gestora de projetos no BanyanGlobal. Ela apoia o COO no planejamento de desenvolvimento operacional da empresa e trabalha em vários projetos de clientes.

Antes de ingressar na Banyan, Margaret trabalhou como gerente de projetos para desenvolvimento de estratégias de programas on-line na Simmons University. Nessa função, ela gerenciou o projeto de lançamento do programa de graduação online da Simmons, focado em abrir as portas para mulheres de diversas origens concluírem o bacharelado. Na Simmons, Margaret trabalhou em estreita colaboração com a liderança da Universidade e serviu como instrutora e revisora ​​do conteúdo curricular do Seminário do Primeiro Ano, um curso projetado para o desenvolvimento das habilidades profissionais das mulheres com foco na diversidade, equidade e pedagogia da inclusão.

Antes de trabalhar com gerenciamento de projetos, Margaret trabalhou no campo da educação global por 7 anos, alimentada por seu interesse em aprendizagem experiencial e compromisso com a expansão do conhecimento na diversidade cultural. Como Diretora Assistente de Educação Global da Simmons, ela aconselhou estudantes internacionais F-1 e supervisionou a governança de 32 universidades parceiras globais. “Ao construir parcerias com universidades e famílias em todo o mundo, passei a compreender a importância de promover relacionamentos construídos sobre comunicação clara e confiança.”

Ela também trabalhou no Boston College High School como gerente de programa e eventual diretora assistente do Global Education Center. Essas funções forneceram uma base para a experiência em desenvolvimento de parcerias, operações, gerenciamento de eventos e comunicação intercultural.

Margaret recebeu seu BA no Providence College e seu M.Ed. em Liderança Educacional pelo Boston College. Ela atualmente mora em Charlestown com sua noiva e gosta de correr, cozinhar e passar o tempo com a família e amigos. Uma ávida exploradora, ela fez caminhadas por toda parte, incluindo partes da Grande Muralha, Parque Nacional Fiordland da Nova Zelândia e a Salkantay Trek para Machu Picchu. “Espero continuar a viajar”, ​​disse ela, “através das viagens, percebi como todos somos diferentes; mas, mais importante, o quanto temos em comum em todo o mundo. É uma lição profunda. ”